Uma das consequências legais de se escrever poemas é que alguém pode chegar um dia e dizer, Então, aquele seu poema, tive uma ideia. Nesse caso foi o Bruno, o que deixa a história ainda melhor. A forma poema, creio, seguirá firme nos séculos a seguir. Ela é breve, intencionalmente ritmada e superconcentrada no que toca a sensações e ideias. Vejo cada vez mais gente que se disponha à imersão embaraçosa da escrita, com um eventual declínio do romance, migrando para o poema para sobreviver.

Anúncios