Eis que dois nortes se erguiam.
Eram dois estandartes fixos
na parede, entre o vão
……………………………….e a porta.

Meu avô,
dono da égua Flor-de-Maio,
desceria de um sonho
e tocando meu ombro diria:

“Quando, meu filho,
faltar-lhe o Grande Livro dos Nortes,
quando dois estandartes fixos
assinalarem nortes distintos,
espere também duas dores
à sua disposição” –

e sumiria.

Eis que eu duvidava,
as cores se encontravam,
e a dúvida sorria.

Anúncios