(clique para ampliar)

AFTERNOON*

When I am old, and comforted,
And done with this desire,
With Memory to share my bed
And Peace to share my fire,

I’ll comb my hair in scalloped bands
Beneath my laundered cap,
And watch my cool and fragile hands
Lie light upon my lap.

And I will have a sprigged gown
With lace to kiss my throat;
I’ll draw my curtain to the town,
And hum a purring note.

And I’ll forget the way of tears,
And rock, and stir my tea.
But oh, I wish those blessed years
Were further than they be!

*Dorothy Parker.
Abaixo, uma tradução sem metro, bastante questionável:

Tarde

Quando estiver velha, acomodada
e sem este desejo louco,
com a Memória dividindo minha cama
e a Paz dividindo meu fogo

Vou pentear meus cabelos em dois coques
sob minha touca limpa e arrumada,
e vou olhar minhas mãos frias e frágeis
em meu colo repousadas.

E terei um robe florido
Com rendinhas beijando minha garganta;
Vou fechar as cortinas da cidade
E ronronar uma nota sussurrante.

E vou esquecer o caminho das lágrimas
E balançar, e mexer meu chá.
Mas, ai, queria que estes abençoados anos
não estivessem se aproximando!

Anúncios